13 ANÚNCIOS ACUSADOS DE PROMOVER A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

No meio da polêmica sobre o chocante caso de uma adolescente estuprada por 30 homens no Rio de Janeiro, sobram acusações sobre “quem seria o responsável” por tal crime e quem “incentivaria” a cultura do estupro em nossa sociedade.

Até para a música funk já sobraram xingamentos.

Entre muitas dúvidas, uma coisa é certeza: a culpa nunca é ou será da mulher. Não há justificativa cabível em nenhuma circunstância para esse tipo de crime.

Já entre os muitos fatores que contribuem para a criação de uma cultura de violência contra a mulher (e, depois, a relativização e banalização desses crimes), estão as milhares de horas de filmes, seriados, comerciais e músicas que tratam essa violência como algo legítimo.

No mundo da publicidade, não é diferente.

Ao longo dos anos, foram dezenas de polêmicas envolvendo anúncios que acabaram acusados de promover mensagens sexistas e que, de certa forma, glamourizavam o estupro.

E nem falamos aqui dos anos 50 e 60, quando anúncios sexistas eram tão difundidos que pareciam ser a regra. São casos recentes, do século 21.

Confira, nas imagens, 13 exemplos de casos polêmicos de anúncios acusados de promovorem a violência contra a mulher.  

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/13-anuncios-acusados-de-promover-a-violencia-contra-a-mulher

Fonte: Exame

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s